o mel

Está frio em Macau... é tempo dele, mas arrepia mesmo assim...
E com ele chegam também as constipações mais ou menos ligeiras, depende da capacidade de resistência de cada um.
O remédio mais eficaz e natural é, comprovadamente, o mel. Por isso lembrei-me de rebuscar um artigo que escrevi há algum tempo atrás no Jornal, sobre as qualidades do dito nectar.

PUBLICADO EM: JORNAL TRIBUNA DE MACAU, a 17 de Setembro de 2010

O NECTAR DAS ABELHAS
Hoje trago-vos outro alimento, o terceiro da sequência: pão, azeite, mel.
Este é um dos meus preferidos e dos quais faço questão de me abastecer sempre que vou a Portugal. Seja numa das minhas eleitas Feira Medieval ou na tradicional Feira de Queijos, Mel e Enchidos de Vila de Rei. Este ano encontrei uma variedade enorme de produtos, aos quais não resisti: mel, favos, pólen, sabonetes, velas… Mas, para quem não tem esta oportunidade, digo-vos que em qualquer supermercado se pode encontrar mel de boa qualidade, basta uma atenta escolha entre as opções que nos colocam ao dispor.
O mel é um alimento altamente energético, ou não fosse ele composto de açúcares simples, água, enzimas e algumas proteínas. Contem minerais e aminoácidos essenciais, vitaminas e antioxidantes. Por ser um alimento ácido, ajuda a combater e inibe a proliferação de agentes patológicos (daí a sua associação ao tratamento da gripe, usualmente combinado com limão e polvilhado de canela ou pimenta de caiena). Alguns estudos comparativos indicam até, que em crianças com tosse é mais efectiva a administração de mel que os habituais expectorantes medicados.
No entanto outras propriedades lhe são atribuídas e menos conhecidas por nós: é um excelente cicatrizante de feridas, úlceras e queimaduras, acelerando a reprodução celular e o fortalecimento de ossos e músculos. É um excelente revigorante e tónico muscular (combate as cãibras musculares). Ajuda a digestão, elimina toxinas e é benéfico em caso de transtornos intestinais (tendo um efeito calmante sobre algum tipo de úlceras). Beneficia os processos metabólicos do organismo e equilibra a energia vital, chegando a ser considerado um tranquilizante (combate o stress e a ansiedade), sendo-lhe igualmente atribuídas propriedades anti-cancerígenas.
Por fim, queria só reforçar a sugestão dada à algum tempo atrás sobre a substituição do açúcar por mel, seja na confecção de bolos, doces e outras receitas, seja no adoçamento de chás, cafés, leite, iogurtes, etc.
E aqui fica uma receita que não é mais do que uma combinação que podem fazer diariamente, ao pequeno-almoço ou numa refeição ligeira a meio da manhã ou da tarde, e desta forma simples associar 3 produtos fantásticos e altamente nutritivos:

IOGURTE COM MEL E NOZES
Compre iogurte natural (sem aditivos nem adoçantes) de melhor qualidade. Junte 4 a 5 nozes picadas e uma colher de sopa de mel.
Se puder fazer o iogurte em casa – tanto melhor. Aqui fica a receita (sem iogurteira): ferva 1l de leite e deixe arrefecer até ficar à temperatura ambiente, junte um iogurte natural sem aditivos nem adoçantes e mexa com colher esterilizada. Feche o recipiente, enrole num pano e coloque no forno que foi pré-aquecido. Deixe aí dentro durante 12h (toda a noite). De seguida leve ao frigorífico durante 4 a 6h antes de consumir.

Comentários

Mensagens populares