batatas gratinadas

Corte duas batatas médias depois de lavadas e secas, usando a máquina de cortar batata pala-pala. Aloure 5 dentes de alho picados em azeite e deite no tabuleiro, espalhando o azeite pelo fundo e partes laterais. Disponha as batatas em forma de escama até terminar. Tempere com pimenta e noz-moscada moída na hora e uma pitada de sal marinho. Regue com 100 dl de natas. Cubra o tabuleiro com papel de alumínio e leve ao forno durante 30 minutos. Destape e deixe alourar.


PUBLICADO EM: JORNAL TRIBUNA DE MACAU, a 28 de Janeiro de 2011

SEMILHA DO POVO
Semilha quer dizer semente, mas também é o modo como os madeirenses chamam as batatas. A base da alimentação da população rural, o pão dos pobres, o alimento mais usado na cozinha familiar.
Por vezes enjeitada pelos adeptos das dietas, a verdade é que esse mito não tem fundamento. Ou seja, o que engorda não é a batata, mas as más combinações feitas com ela, e também a versão mais consumida nos dias de hoje: as batatas fritas - por isso fuja delas como de judas.
A sua riqueza nutricional está no amido, sendo uma fonte essencial de hidratos de carbono que nos dá energia para prosseguirmos com as nossas tarefas do dia-a-dia. Mas a batata tem outras propriedades nutritivas interessantes; é rica em sais minerais como o fósforo, o ferro, o zinco, o potássio (previne cãibras musculares), o cálcio. Tem vitaminas do complexo B, importantíssimas para as reacções enzimáticas do nosso organismo, nomeadamente a nível do sistema nervoso, sendo conhecidas como controladoras da depressão e facilitadoras do restabelecimento do sono. Lá diz o dito popular – muita batata faz sono…
Já a batata-doce, é uma espécie à qual são atribuídas propriedades medicinais inquestionáveis, nomeadamente antioxidantes e antimutagénicas. Os especialistas afirmam que elas podem estimular o sistema imunológico e proteger-nos das doenças de Parkinson e Alzheimer, cancro, doenças cardíacas e de fígado. Para além disso, têm mais vitamina A e C que as suas primas, mais fibras, mais amido e mais açúcar, por isso são mais adequadas a épocas frias do ano.
E para remate final, as papas (na origem do nome), são um dos alimentos mais versáteis da nossa cozinha, podendo ser apresentadas de diferentes feições. As cozidas e assadas são as mais saudáveis, ou em doçaria e purés enriquecidos. Por fim, não devemos esquecer que os nutrientes estão junto à casca, por isso deve-se, sempre que possível, cozinhá-las com pele.

Comentários

  1. fosse eu dada à cozinha... e fazia isto todos os dias! (vou pôr a gi a cozinhar isto na 2a!!)

    ResponderEliminar
  2. é as premeditações do adivinho?
    tens que começar...

    ResponderEliminar

Publicar um comentário

Mensagens populares