hipertensão e alimentação

ARTIGO PUBLICADO NO JORNAL: TRIBUNA DE MACAU, a 25 de novembro de 2011

A hipertensão é a doença com maior prevalência no mundo moderno e acontece quando a pressão sanguínea está acima de valores de 120/80, o que representa um esforço suplementar para o coração.
Raramente esta situação revela sintomas visíveis, mas pode ser detectada em consultas de rotina, à medida que envelhecemos, estando associado a um factor de risco para doenças vasculares, do coração e problemas renais.
Os grupos-alvo são aqueles que fazem uma alimentação rica em sal, alimentos processados e álcool, os que têm excesso de peso, a população de raça negra (factor genético), os fumadores, os sedentários e os stressados, e os que têm antecedentes na família (factor hereditário).
Quando falamos do papel da alimentação na regulação da hipertensão, referimo-nos ao balanço entre dois elementos no organismo – sódio e potássio. Este balanço consegue-se através de uma alimentação rica em potássio, que vêm essencialmente de frutas e vegetais: banana, melão, pêssego, kiwi, pêra, citrinos, fruta seca, cogumelos, abóboras e aboborinhas, beterraba, molho de tomate e leguminosas.
O sódio (que faz subir a pressão arterial se não for equilibrado com o potássio), está presente em quase todos os cereais, pães, carnes curadas e comidas processadas.
Uma forma imediata de baixar a PAA é reduzindo a ingestão de sal (e não se preocupe que as suas papilas gustativas vão ceder, e ao fim de umas semanas já nem se lembra de como era o sabor da comida salgada). Use pimenta, ervas aromáticas, especiarias, chilis, limão e lima – em vez do sal.
Uma segunda medida é aumentar a ingestão de legumes e frutas – 5 doses por dia, todos os dias.
Também o ómega 3 tem o seu quê de influência, por isso considere comer mais atum, salmão e sardinha, tofu, nozes, sementes de girassol, abóbora e linhaça.
Complemente a eficácia destas medidas imediatas com outras duas: controle o peso e aumente a actividade física. Mude os seus hábitos de vida: exercite-se 3 a 4 vezes por semana e regule o seu peso/altura, reformulando o seu modelo alimentar. Por princípio terá que comer menos e mais saudável, acabar com os pequenos regalos e os erros que você sabe que faz (como o queque ao pequeno-almoço, não é?).
Considere também terapias alternativas, como as massagens, técnicas de relaxamento e infusões calmantes.

E a sugestão é:

Comentários

Mensagens populares