talharim com espinafres, tomate seco e pinhões

As minhas massas... ao domingo à noite!

Quando chega ao fim do dia e começo a pensar no que fazer para o jantar, aos domingos à noite, invariavelmente a tendência vai para as massas.
Até porque normalmente não tenho nada de muito complexo pensado, ou seja, começo a pensar no assunto tarde e a más horas, e as crianças estão a morrer de sono, pelo que a ementa tem que ser simples de engolir e degustar, e também porque é o dia em que tenho a gaveta dos legumes recheada das compras de sábado.
Hoje inspirei-me para fazer uso de um molho de espinafres chineses (as folhas são mais pequenas, mais finas e de verde mais claro, mas igualmente versáteis e cozinháveis como os outros, só não uso cru nas saladas).

TALHARIM COM ESPINAFRES, ALHO, TOMATE SECO E PINHÕES
Comece por lavar bem os espinafres e escolher as folhas mais tenras (o restante aproveito para uma sopa ou um recheio a fazer mais tarde, uma tarte, etc.).
Entretanto coza  a massa com um cubo de caldo de galinha (perfeitamente dispensável, mas apeteceu-me dar um sabor mais apurado à massa).
Escorra e reserve em prato quente onde vai servir à mesa.
Esmague 5 dentes de alho e corte duas a três chalotas (cebolas bebé) em luas.
Deite uma bela porção de azeite na frigideira e junte o alho, as chalotas e uma folha de louro. Refogue.
Junte os espinafres bem escorridos e coloque o lume forte para que cozinhem sem ganhar água.
Quando estiverem macios junte o tomate seco cortado aos quadradinhos, já quase no final.
Cubra o linguine com a mistura de espinafres e tomate e rale queijo parmesão por cima (eu usei gruyere, porque o parmesão tinha acabado e resultou bem, mais forte de sabor, claro).
Termine com uma boa mão cheia de pinhões, deitados por cima, só à mesa (para não amolecerem).
Bom apetite!!


Comentários

Mensagens populares