rolos de tamboril e bacon com rosmaninho



MODOS DE COZINHAR
Quando imagino os primeiros Homens na descoberta do fogo e da sua utilidade no preparo de alimentos, visualizo sempre um conjunto de seres hiper-excitados com os novos sabores que lhes são dados a conhecer pelo modo de confecção utilizado. Imagino também que a ordem cronológica tenha sido os grelhados e assados, depois os cozidos e estufados e por último a imersão em óleo ou gordura.
Basicamente os quatro métodos de confeccionar os alimentos são estes: cozer (imergir em água ou a vapor), estufar/guisar, grelhar/assar, fritar/saltear. Os quais divergem em múltiplas variações conforme a habilidade do mestre ou os costumes de cada cultura ou país.
Antes de mais, é importante saber que todos os métodos destroem parte dos nutrientes dos alimentos, pela acção do calor, contudo alguns podem ser considerados melhores que outros, sobretudo se tivermos em conta as quantidades de gordura utilizada. Assim, cozer e assar são mais saudáveis do que fritar.
Para melhorar a qualidade da confecção deve optar-se por gorduras como o azeite, enquanto as margarinas e manteigas devem ser usadas apenas a cru e comedidamente. Uma forma de reduzir a gordura (para quem não passa sem fritos) é selar os alimentos em vez da tradicional imersão em óleo, o que implica o investimento numa frigideira anti-aderente de boa qualidade e um spray de óleo, reduzindo assim a quantidade de gordura absorvida pelos alimentos.
Como foi mencionado, cada região tem as suas formas predilectas de confeccionar os alimentos. Por exemplo a cozinha oriental utiliza como base da sua alimentação o cozimento a vapor e o stir-fry (técnica que consiste em saltear rapidamente e em pouca gordura + caldo aromático os ingredientes). Já a cozinha mediterrânica é identificada pelos seus brandos guisados e assados de forno.
Confesso que a minha preferência vai para os assados, desde os legumes, às carnes e peixes, embora a morosidade do preparo e as marinadas sejam mais adequadas aos fins-de-semana. Por outro lado, e depois do curso de culinária tailandesa que fiz nas últimas férias, tenho vontade de começar a confeccionar mais salteados, bem ao jeito do oriente…
 ARTIGO PUBLICADO NO JORNAL TRIBUNA DE MACAU, a 10 de fevereiro de 2012

ROLOS DE TAMBORIL E BACON COM ROSMANINHO:

Corte o tamboril em quadrados e enrole em bacon, fechando com ajuda de um palito; disponha lado a lado num tabuleiro de ir ao forno.
Faça uma marinada com 1 colher de sopa de alecrim, 3 colheres de sopa de azeite, sumo de meio limão, 5 dentes de alho picados, pitada de sal e pimenta e regue os rolinhos. Tape e deixe a marinar no mínimo 2 a 3 horas, mexendo de vez em quando.
Coloque o tabuleiro no forno e aloure. 

Comentários

Mensagens populares