pão caseiro com sementes de girassol

Estou em divida para com o meu próprio blogue, porque tenho andado a escrever alguns pequenos artigos num jornal e ainda não consegui transcrevê-los para aqui... mas esta preguiça vai acabar, e é hoje!!!
Por isso, aqui vai o primeiro artigo (não o primeiro, mas o primeiro da segunda serie, ou seja, depois do regresso de férias). Prometo que todos os outros 15 já escritos aqui virão parar, a qualquer hora. Aguardem pacientemente, meus amigos!!!

Caríssimos,
Aqui estou, de volta a este cantinho com mais dicas e algumas sugestões curiosas. E como as férias foram passadas em terras lusas, vou hoje falar-vos do pão, porque é o que mais me fica na saudade dos paladares. O maravilhoso pão caseiro português, seja nas variedades de Mafra, Alentejano, saloio, de centeio, mistura, etc…
O Pão é o alimento mais antigo e popular da humanidade e de uso quase universal. Com conexões históricas e religiosas o pão constituiu, e constitui ainda, a base da alimentação de muitos povos e nações. Sabia, por exemplo, que os marroquinos são actualmente os maiores consumidores de pão?
Sendo um alimento altamente energético e de metabolismo rápido, devido à sua composição à base de cereais e açucares, este alimento tem ainda a particularidade de poder ser enriquecido transformando-se numa refeição altamente nutritiva. Repare que é importante ter em conta que a variedade integral apresenta qualidades superiores ao típico pão branco. Para além de mais nutritivo esta variedade tem mais fibras, ajudando a digestão e contribuindo para a prevenção de colesterol, diabetes e cancro intestinal.
E sabia que a sanduíche foi inventada no século XVIII? Tudo porque um tal de Conde de Sandwittch queria matar a fome sem abandonar o que estava fazendo - dizem que jogava cartas, e ordenou ao seu criado que fizesse "qualquer coisa" simples e rápida. Quase em pânico, o criado pegou em duas fatias de pão e enfiou entre elas um naco de presunto. O Conde nunca mais jantou!
Já agora, um mito comum que convêm desmistificar: o pão não engorda! O que engorda é aquilo com que ele se recheia.

PÃO CASEIRO COM SEMENTES DE GIRASSOL

300 ml de água
250 gr de farinha de trigo
100 gr de farinha integral
100 gr de farinha de centeio
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de fermento para pão
1 mão cheia de sementes de girassol
Comece por misturar as 3 farinhas e junte o sal. Misture o fermento. De seguida vá juntando a água levemente amornada até fazer uma bola que não pegue às mãos.
Pode precisar de acrescentar alguma farinha ou pequenas porções de água até adquirir a consistência adequada. Amasse bem para misturar as farinhas e até tornar a massa maleável e elástica.
Faça uma bola, envolva em farinha e deixe repousar coberta com um pano durante 45 minutos (ou até crescer para o dobro do seu tamanho original).
Junte as sementes de girassol e molde pequenas bolinhas enfarinhadas, levando ao forno a cozer até ficarem douradas e estaladiças.


Publicado em: JORNAL TRIBUNA DE MACAU, a 27 de Agosto de 2010

Comentários

Mensagens populares