frango exótico com legumes doces

Vou chamar-lhe «frango exótico com legumes doces» mas também lhe poderia chamar «frango mami» porque não me inspirei em nenhuma receita para o fazer... talvez até haja toneladas delas por aí, parecidas, mas esta saiu da magia da minha cozinha.
Pois é... há dias assim, em que parece que a inspiração está lá e que as nossas mãos são conduzidas para os temperos e o manejo dos ingredientes.


Corte um frango em cerca de 8  a 10 pedaços, retire as peles e as gorduras e coloque numa panela. Tempere de sal, cominhos, pimentão doce, açafrão das índias, muito alho e sumo de limão. Deixe a marinar durante 1h.
Espalhe os pedaços de frango num tabuleiro untado e junte pedaços de abóbora, batata doce roxa, tomate cereja e fatias grossas de beringela. 
Junte um copo de água à marinada e regue o tabuleiro com o liquido. Termine com um fio de azeite e leve ao forno a assar. São cerca de 2h com viragem do frango a meio da assadura!

Sirva com arroz de milho...
É UMA DELÍCIA DE COMER ATÉ AOS OSSINHOS!


E aqui fica o artigo que surgiu depois desta receita, 
publicado no JORNAL TRIBUNA DE MACAU, a 2 de fevereiro de 2012



A VOZ DOS INGREDIENTES 
Não sei se vos acontece... mas a mim acontece várias vezes: compro um ingrediente com determinada intenção e depois chego à cozinha e faço outra coisa, completamente diferente. Até que gostava de ser daquelas pessoas que são super-orientadinhas e já sabem o que vai ser a ementa da semana inteira, mas o melhor que consigo é estipular o que vamos comer durante a semana, os modos de confecção e a apresentação ficam sempre por decidir à última da hora.
A receita de hoje é uma dessas novelas: compro um frango inteiro para assar no forno ao fim-de-semana, mas quando estou a arranjá-lo as mãos não obedecem e começo a preparar outra coisa, apesar de na minha cabeça continuar a imagem do frango assado – inteirinho... E mesmo depois de ele estar partido e livre de peles e gorduras, (na altura percebo que frango assado é que não vai sair de certeza), mas ainda não tenho o mínimo vislumbre do que fazer com este frango, agora cortado aos pedaços na minha frente.
É então que acontece a magia da cozinha... Quando começo à procura dos temperos e as mãos pegam nestes ou naqueles condimentos – é a voz dos ingredientes que me está a guiar nesta escolha de sabores e aromas. Desta vez, saíram da prateleira vários condimentos exóticos como cominhos, açafrão das índias e pimentão doce…
E voilá, parece que estava decidido - só agora se faz luz - e aparece na minha mente a imagem do que será o prato final desta sessão de alquimia: um frango no forno com um toque especialmente exótico.
Pois é, há dias assim, em que parece que a inspiração está no ar e as nossas mãos são conduzidas para os temperos e o manejo dos ingredientes sem termos disso controle ou consciência. Mas isto só acontece quando temos tempo, quando deixamos que a voz dos ingredientes nos diga como os amanhar, preparar e condimentar, quando podemos dedicar uma tarde inteira à cozinha – sem pressas e horas a cumprir, e quando há total dedicação, carinho e energia entregue às tarefas culinárias.
E embora me digam que isto é só para quem gosta “de cozinha”, tenho a leve sensação de que se todos experimentassem com este espírito, os resultados iam ser muito gratificantes...

Comentários

Mensagens populares