sopas rústicas

Estou a tentar criar o hábito de se comer sopas mais... como direi... rústicas ??? Aquelas sopas que não são passadas pela máquina e que não têm uma base cremosa.


Já é habitual fazer uma sopa de feijão sempre que me sobra feijoada, como a feijoada cá de casa não tem carnes, apenas um leve toque de chouriço ou farinheira, e já tem cenoura e couve (lombarda ou outra branca) basta juntar aos restos da feijoada duas batatas pequenas cortadas em cubinhos, água suficiente e ferver, ferver, ferver até estar pronta...
Eu adoro esta sopa, e os restantes comensais cá de casa já não torcem tanto o nariz como nas primeiras vezes... há progressos!!

Mas, hoje decidi aventurar-me por uma outra sopa desta mesma categoria... mas esta foi mais do agrado dos meus queridos comparsas e reuniu créditos a favor...

1 batata, 1 cenoura, 2 cebolinhas, 4 dentes de alho, talos de brócolos, 1 curgete, feijão verde, sal, pimenta, azeite e tomilho.
Pode variar os legumes conforme o que disponha em casa...
Basta cortar todos os legumes pacientemente em cubinhos minusculamente ridículos... quanto mais pequenos melhor... levar a ferver brandamente por cerca de 40 minutos, juntar no fim os temperos e deixar ferver mais uns minutos...
O segredo está no bom azeite e nas folhas de tomilho!!!





Comentários

Mensagens populares